Colégio

História do Colégio de Santa Teresa de Jesus

 
O Colégio de Santa Teresa de Jesus celebrou o seu centenário no ano de 1997. Foi o terceiro Colégio da Companhia de Santa Teresa de Jesus aberto, em Portugal, um ano após a morte do seu fundador, Santo Henrique de Ossó, que pessoalmente, três anos antes, fizera os primeiros contactos e considerara o solo português um amplo campo de evangelização.
 

 

A 29 de Dezembro de 1896 as Irmãs Teresianas vieram de Fraga, distrito de Viseu, para Santa Cristina do Couto - Santo Tirso, a pedido do Pároco da freguesia, José Vicente Correia de Abreu que mandou construir o edifício para o novo Colégio. Foi inaugurado no dia 10 de Janeiro de 1897 com o nome de “Colégio de Nossa Senhora do Carmo”. A inauguração foi realizada com grande solenidade: armadores de Santo Tirso adornaram a entrada com arcos e flores. Houve um acto solene embelezado com brilhantes discursos, cantos, vivas a Nossa Senhora e à Companhia de Santa Teresa de Jesus. Muito honrou este acto a presença do Delegado e Vice-Presidente da Câmara de Santo Tirso, bem como outras autoridades civis e religiosas.
 
O Colégio começou a funcionar com alunas internas, externas, Pré-Escolar e uma escola Dominical gratuita para senhoras e empregadas domésticas que não podiam frequentar o Colégio em dias de semana.
A 5 de Outubro de 1910, com a implantação da República, foi proibido, pelo governo, o ensino religioso em Portugal e foram expulsos os Religiosos. O Colégio ficou selado no poder do Estado até 1920 e as Irmãs foram para o Brasil.
 
 
Em 1920, o Estado vendeu o edifício em hasta pública, o qual foi adquirido pelo senhor José Carlos Marinho, pai de uma Irmã Franciscana de Calais, a pedido da Congregação, que o restaurou e abriu de novo em Março de 1923 com o nome de “Colégio de Nossa Senhora de Lourdes”.
Em 1936 duas antigas alunas do Colégio de Nossa Senhora do Carmo, da família Campos Miranda, pediram a reabertura do Colégio, cedendo para o efeito parte do seu palacete situado na Rua Sousa Trêpa, nº 91 em Santo Tirso.
O Colégio, agora com o nome de Santa Teresa de Jesus, foi inaugurado a 7 de Outubro de 1936.
 
A 15 de Dezembro de 1942 o Ministério da Educação concedeu ao Colégio, o Alvará autorizando a frequência de 36 alunas da Infantil e Primária (actual Pré-escolar e 1º Ciclo) e 44 alunas do 1º Ciclo liceal (actual 2º Ciclo); e, em 1947 foi autorizado a leccionar o 2º Ciclo liceal (actual 3º Ciclo), aumentando a lotação em 24 alunas do ensino liceal, perfazendo o total de 104 alunas.
 
 Edificio inicial

A 26 de Março de 1956 o Colégio ocupou o novo edifício na Rua Comendador António Maria Lopes, actual residência da Comunidade Teresiana. O número de alunas aumentou para 152, das quais 18 podiam ser internas. Iniciaram-se aí, as actividades lectivas com carácter provisório, projectando-se a construção de um pavilhão mais amplo no terreno anexo, que foi inaugurado a 10 de Julho de 1963, com a presença do Ministro da Educação, Dr. Galvão Teles, o Bispo da Diocese, autoridades locais, ex-alunas e amigos. O número de alunas passou para 320 das quais 50 podiam ser internas. Em 1964 implementou-se o 3º Ciclo liceal (actual Curso Complementar) que se manteve até 1973.

Em 1968 o Colégio passou a ser misto na Pré-escolar e 1º Ciclo, em 1975 no 2º Ciclo e em 1981 no 3º Ciclo.
Em 1975 foi criada a Associação de Pais.
Ginásio
Em Dezembro de 1981 concluiu-se o Gimnodesportivo e no ano seguinte ampliaram-se as instalações com um pavilhão complementar para funcionamento da Pré-escolar e 1º e 2º Ciclos. Posteriormente outras obras e melhoramentos têm vindo a ser realizados em ordem ao progresso do ensino e formação integral dos alunos.
Desde 1988 o Colégio funciona com Autonomia Pedagógica e, com toda a Comunidade Educativa, investe esforços, trabalho e esperança na qualidade do ensino e da Educação.